Romaria Vocacional João Benvegnú reuniu milhares de fiéis em São Domingos do Sul

Fotos: Divulgação

O Monsenhor João Benvegnú foi um sacerdote da Arquidiocese de Passo Fundo. Morreu aos 79 anos, no dia 03 de janeiro de 1986. Diante de seu testemunho de vida e de suas ações em prol da evangelização na Igreja e de seu grande incentivo para o surgimento de novas vocações, em 2009, foi criada a comissão que trata sobre a vida do Monsenhor, em vista do processo de beatificação.

Enquanto o processo acontece, milhares de fiéis dedicam orações ao sacerdote e celebram a sua história. Neste ano, a Romaria que relembra a vida e testemunho daquele que é chamado Servo de Deus, celebrou nos dias 6 e 7 de janeiro o tema “SERVO DE DEUS NOS PASSOS DE JESUS” em sintonia com o Ano Nacional do Laicato “Cristãos Leigos e Leigas comprometidos com a Evangelização ‘Sal da Terra e Luz do Mundo’” e também com a CF 2018 “ Fraternidade e Superação da Violência” e, através dele, busca rezar pelas vocações e motivar que, entre a comunidade, sejam realizadas ações capazes de despertar, de forma firme, o desejo do seguimento a Jesus, a exemplo do que fez, em vida, o Monsenhor.

Tradicionalmente, a Romaria reúne, em todas as celebrações, diferentes expressões de carinho e devoção do povo. Os moradores da região lembram com saudade o jeito simples e atencioso do sacerdote, e quem não é da cidade, soube sua história e deseja se aproximar dela. A programação iniciou com o Tríduo preparatório, que aconteceu de 03 a 05 de janeiro, prosseguiu no sábado, dia 7, com a Missa Caminhos da Luz, procissão luminosa e bênção da luz, atividade já tradicional na Romaria e que envolve a comunidade Sãodominguense, e encerrou no domingo, dia 07, com a Bênção do Santíssimo e as Bênçãos do Servo de Deus

Assim, como acontece anualmente, os recursos arrecadados com a comercialização de objetos religiosos e as coletas das celebrações são utilizados em prol do processo de beatificação do Monsenhor João Benvengú.